Mistérios por Revelar...

Get Adobe Flash player

Navegação

Post-It




Aqui voçê vai encontrar-se com o insólito!

 Ovnis - Objectos Voadores não Identificados

Tema aqui  informação diversificada sobre UFOS/OVNIS, quer de âmbito nacional quer estrangeiro. Pode observar videos e muito outra informação acerca do assunto que de certo é um tema apaixonante.


  Fantasmas

Quem nos dias de hoje não terá medo de ir sozinho a um cemitério durante a noite ou até mesmo de dia? Porque sucederá isso, se os mortos não fazem mal? Não estará esse medo apavorante relacionado com a alma, segundo conceito geral, estará aí por perto noutro plano? Não será no funda das almas que temos medo?


  Triângulo das Bermudas

O Triângulo das Bermudas é porventura o lugar do mundo onde mais desaparecimentos se deram, quer de pessoas, quer navios ou aeronaves. O desaparecimento do vôo 19 (05Dez1945) será talvez, até hoje, um dos mais interessantes ali verificados, quer pela quantidade simultãnea de aviões  Grumman TBF Avenger desaparecidos (5), quer pela qualidade  técnica dos envolvidos...


 Outros assuntosHistórias de Fantasmas - T2 Ep. Nº 006

Os três tópicos acima referidos, são somente um pouco do muito que por aqui vai encontrar na área do insólito. Se o mistério aguça a sua curiosidade... está no sitio certo! 

EM DIRECTO


Tv do Centro de Ufologia

  • Click no texto acima,(a vermelho) e simultaneamente prima a tecla Ctrl do seu Computador para aceder á TV do Centro de Ufologia.


Fjfluz em

Últimas Visitas

Globo de Visitas

Clicks no Blog

 





See 10-Day Forecast



Uma das características que nos distingue como seres humanos é o facto de nos interrogarmos pelas nossas acções, pelas que fizemos, pelas que estamos a fazer e pelas que queremos fazer no futuro. Para nós, humanos, não basta actuar, sempre nos questionamos sobre o que fazemos, sobre se é correcto
ou não, sobre se poderíamos ter feito melhor. Enfim, são muitas as perguntas que fazemos porque todos nós, seres humanos, somos seres interrogativos de uma ou outra forma e às vezes também encontramos as respostas a essas perguntas. 

Quando coloco essa questão, a mente apressa-se em dar uma resposta, mas toda e qualquer resposta dada, tende a desvanecer-se, a auto sabotar-se quando questionamos a veracidade da mesma.

Eu não estou no meu passado, nem no meu futuro, estou neste preciso momento aqui e agora, a ler este artigo, logo eu só posso saber quem "Sou", no presente...no agora!

Vivo em sociedade, submetido a regras, modelos de comportamentos, devo dar respostas conforme as expectativas gerais, procuro satisfazer amigos, vizinhos, família, colegas ou ex-colegas de trabalho… 

Onde fico "EU" afinal? Onde o verdadeiro "EU" fica nisto tudo?

De tal maneira me envolvo nisto que perco a minha própria essência, perco a fluidez do que sou.

Todos temos respostas na ponta da língua, temos imagens detalhadamente construídas, sabemos num olhar o que os outros esperam de nós, sabemos intervir numa situação já sabendo de seus desdobramentos, somos o mais perfeito personagem da história, de tal maneira que o personagem ganha vida própria, dinamismo próprio mas, e o nosso EU, onde fica?

Quantas coisas deixo pra trás, de quantas outras abdico pra ser aquilo que a sociedade espera de mim? Será que o que escolho como rota para o sucesso realmente é aquilo que desejo ter?

De tal maneira isto é enraizado que compõe a minha individualidade e fica difícil saber o que é verdadeiro ou falso, nem mesmo a felicidade é segura, afinal, o que realmente nos faz feliz?

Muitos tentam transformar-se, mudar, voltar à forma original, mas… somos escravos do que depois nos tornamos, não sabemos viver de outro jeito... de outra forma! Resta reaprender.

Não é uma implosão de tudo!

Talvez deva ser algo mais suave, mais natural, instintivo, ir deixando a verdade florescer, e o "EU" regressar á tona.

Carregamos dentro de nós as nossas verdades, a nossa bagagem, as nossas ferramentas. Costumamos chegar a certa altura da vida e fazer uma revisão de tudo, olhar pra trás, procurar num qualquer sitio, nalgum lugar o que realmente somos. Muitas vezes é tarde, o caminho está sem volta, muito provavelmente porque nos recusamos a lidar com os factos... noutros casos, noutras oportunidades havidas, fomos adiando, outras ainda estamos no momento certo, onde é preciso de virar a página, seguir noutra direcção, voltarmos a ser o que de facto somos.

É nesta hora que percebo que não estou sozinho, percebo que alguns estão comigo porque enxergaram o “EU” verdadeiro, porque o “EU” verdadeiro costuma pedir socorro, costuma deixar migalhas de pão no caminho, costuma estender uma mão em busca de outra que a segure.

Não tenho receita para este momento, confesso! no entanto às vezes afastámo-nos tanto da nossa costa que o regresso é realmente assustador, mas pequenas mudanças sempre restabelecem algumas verdades, revigoram-nos, preparam-nos pra algo maior, para algo mais intenso.

Uma coisa é certa, somos mais felizes quando estamos em paz com aquilo que realmente somos.


Francisco José Ferreira da Luz





Aqui fala-se do Insólito... mas também de outras coisas!   Até música pode ouvir.

 

Últimas páginas actualizadas:  Galeria Aéronautica,Músicas do meu mundo 2, Actualização de música nos Players, Coisas fantásticas, Fantasmas - Casos Diversos, Experiências de Quase Morte EQM's, Amigos com alma, Fenómenos & Situações Anómalas


Actualizado a 01Dez2014) 

[footer-script-0]